Estratégia/Movimento Wikimedia/2018-20/Grupos de trabalho/Diversidade/Recomendações/Casca de noz

From Meta, a Wikimedia project coordination wiki
Jump to navigation Jump to search

Outdated translations are marked like this.
Other languages:
Deutsch • ‎English • ‎español • ‎français • ‎português do Brasil • ‎русский • ‎українська • ‎العربية • ‎हिन्दी • ‎中文

Estabelecimento de um Código de Conduta

É necessário que todas as partes interessadas/participantes em toda e qualquer atividade assinem um contrato para aderir a um código de conduta.

Diversos estudos (consulte 1 2 3 4) ao longo do tempo indicaram problemas de comportamento prejudicial e a existência de assédio no movimento. Os grupos que foram marginalizados pela sociedade como um todo são frequentemente excluídos por serem deixados de lado das estruturas de poder. Mesmo aqueles que operam de boa-fé podem alienar outras pessoas por meio da rigorosa adesão às regras e políticas.

Se, de fato, o movimento se tornar “a infraestrutura essencial do ecossistema de conhecimento livre”, a diversificação é fundamental. Corremos o risco de alienar outras pessoas, silenciar vozes divergentes e criar tensões se não tivermos uma política clara que diga às pessoas quais ações são aceitáveis e quais não são, que estabeleça a quem e como comunicar violações e que defina claramente quais ações podem ser tomadas em casos de violação do código. As exigências existentes nos Termos de Uso referentes à conduta e à Direção estratégica de 2017 devem ser incorporadas ao código final, e deve ser reconhecido que qualquer parte interessada que tenha um código de conduta existente está sujeita à total conformidade com o código abrangente proposto aqui.

Métricas e Diretrizes de Diversidade de Conteúdo Computacional

Todas as comunidades e partes interessadas devem poder acessar e receber estatísticas, ferramentas e diretrizes sobre a atual diversidade de conteúdo. Isso orientaria e ajudaria a abranger os conceitos e pontos de vista não representados, sejam esses relacionados a gênero, países, LGBT+, cultura, comunidades historicamente marginalizadas, entre outros.

Presumimos que é possível localizar os conceitos/pontos de vista representados, para que possamos avaliar as lacunas e a abrangência deles 1) a nível de conceito e 2) a nível de ponto de vista em todos os projetos Wikimedia. Queremos evitar a marginalização do conteúdo de qualquer grupo específico, detectando (1) o nível de representação de conceitos específicos em cada edição de idioma e, quando este conhecimento for específico para um idioma, (2) o nível de compartilhamento no restante das edições de idiomas.

Esta recomendação está alinhada ao projeto Observatório de diversidade cultural. Portanto, poderia basear-se em sua estrutura e arquitetura de código. Poderia expandir o projeto e até mesmo tirar a parte “cultural” para trabalhar nos outros tipos de diversidade.

Isso se relaciona às três metas da área temática:

  1. Mapear as áreas atuais de diversidade e as lacunas de diversidade dentro do movimento, bem como os projetos que têm se concentrado em preencher essas lacunas.
  2. Encontrar maneiras de aumentar a conscientização sobre o privilégio e superar as barreiras culturais, institucionais, tecnológicas e comportamentais relacionadas à inclusão e à equidade de conhecimento.
  3. Encontrar maneiras de incluir as vozes ausentes e preencher as lacunas de conteúdo, alcance e usuários (em termos de acesso e contribuições).

Digitalização e priorização de recursos para grupos marginalizados

Priorizar recursos para aumentar a diversidade por meio de iniciativas de digitalização, tanto oral quanto textual. Ao disponibilizar fundos para este trabalho, os projetos de grande escala (parcerias comerciais/institucionais) e de pequena escala (iniciativas do editor) podem agregar mais fontes de conhecimento aberto.

Para alcançar o objetivo de nos tornarmos “a infraestrutura essencial do ecossistema de conhecimento livre”, o foco da atenção precisa ser em como a Fundação Wikimedia e as partes interessadas do movimento podem melhorar o acesso aos materiais de recurso para metas de diversidade e promover a diversidade como um ativo.

A diversidade (amplo espectro de características, incluindo, entre outros, idade, deficiência, etnia, gênero, raça, sexualidade, origem/classe social) traz visões equilibradas e amplia as oportunidades para pesquisa e ensino. Mas é necessário ir além das pessoas envolvidas para abranger os seus trabalhos, a sua história e os seus sistemas de conhecimento. Como os grupos marginalizados, tradicionalmente, têm sido desencorajados, esta recomendação concentra-se especificamente na preservação de registros e na disponibilização desses registros para leitores, pesquisadores e editores. As iniciativas de digitalização devem reconhecer que alguns tópicos são culturalmente sensíveis, e que o fato de as informações poderem ser digitalizadas não significa que é uma prática recomendada fazê-lo.

Espera-se que a mudança crie uma base mais ampla de fontes para facilitar bolsas de estudos e edição. Ao direcionar materiais de referência para digitalização, em arquivos de mulheres e gênero, de programas de estudos étnicos, de organizações de pessoas com deficiência etc., haverá mais oportunidades de incluir conhecimento mais diversificado.

Adoção de cotas para todos os órgãos governamentais

Uma cota de 40:40:20 deve ser adotada para todos os órgãos governamentais da Fundação Wikimedia e suas respectivas partes interessadas, na qual 40% precisa ser do sexo feminino, 40% precisa ser do sexo masculino e os 20% restantes precisam ser escolhidos como representantes de outras comunidades diversas (sem relação a masculino/feminino, os 20% restantes devem atrair membros da comunidade de vários grupos etários, com deficiências, de grupos de idiomas variados, de comunidades indígenas, da comunidade LGBT, de várias comunidades raciais e étnicas, de diferentes níveis socioeconômicos etc.).

No momento, qualquer grupo de 3 pessoas pode formar um grupo de usuários e não há considerações de diversidade necessária para publicações de administração/liderança de afiliados ou projetos. Esta proposta exigiria que os desequilíbrios entre gêneros e diversidade fossem abordados daqui para frente. As partes interessadas que desejarem obter fundos de subsídio da Fundação Wikimedia precisam confirmar a sua conformidade com a política para garantir o financiamento. (Poderá ser necessária uma modificação nos contratos de subsídio).

Identificação das barreiras de edição e diversidade da comunidade

Identificar e procurar indicadores relacionados às diferentes barreiras para editar projetos Wikimedia e representar o conhecimento sobre os diferentes grupos de diversidade (ou seja, mulheres, regiões geográficas, grupos marginalizados etc.) e armazená-los em um local no qual possam ser consultados (por exemplo, propriedades/valores no Wikidata para vinculá-los a outros projetos de partes interessadas).

Estamos cientes dos diferentes tipos de barreiras, mas não sabemos quais comunidades/contextos são afetados e até que ponto (isso se refere a “superar as barreiras culturais, institucionais, tecnológicas e comportamentais relacionadas à inclusão e à equidade de conhecimento”).

Localização geográfica, situação socioeconômica, acesso à tecnologia e estudo acadêmico formalizado podem ser barreiras à inclusão. Que tipo de sistemas e suporte tecnológico podem ser desenvolvidos para ajudar a eliminar as lacunas e dar voz a grupos mais diversificados da sociedade?

Quanto mais sabemos sobre as diferentes barreiras e as soluções para superá-las, mais poderemos replicar o que funciona.

Implementação de páginas de usuários parametrizadas para medir e incentivar a diversidade da comunidade

Essas páginas de usuários não são texto simples, elas contêm características e funções autodeclaradas parametrizadas para que

  1. possamos usar pesquisas para avaliar a diversidade em tipos de usuários e incentivá-la e
  2. os editores possam pesquisar mais facilmente para que outros usuários colaborem de acordo com as funções e afinidades.

Na Wikipédia, a identidade da comunidade é desenvolvida por meio da sinalização do usuário e aquisição dos editores, o tipo de trabalho e as atividades sociais que desempenham. Ter desenvolvido uma página de usuário também está relacionado à retenção do editor.

Presumimos que processos guiados após o registro ou sempre que o editor decidir facilitaria a autoapresentação e a autoexpressão muito mais do que as caixas de usuário atuais. Isso pode incluir características pessoais e baseadas em tarefas: gênero, idade, habilidades técnicas, nacionalidade, suporte LGBTI, especialista em tópicos, corretor de erros de digitação etc.

Esperamos um aumento no processo de socialização durante o primeiro período após o registro, o que ajudaria quanto à renovação da comunidade e ao aumento da base comunitária.

Mais importante ainda, assim que implementado, propomos que os usuários possam ser encontrados por meio de um mecanismo de busca de acordo com os seus respectivos interesses tópicos ou características pessoais, se assim desejarem. Isso estimularia as interações entre editores centrais e periféricos da comunidade.

Introdução do Mediador - Contato entre a comunidade e a WMF

Para evitar falhas de comunicação entre a Fundação Wikimedia e as partes interessadas, propomos que seja criado um conselho de ouvidoria ou contato entre a comunidade/Fundação Wikimedia para facilitar o fluxo de informações entre as partes interessadas.

Cada parte interessada terá a opção de selecionar um mediador e um substituto para servir no conselho. Os candidatos precisam ser membros da comunidade altamente confiáveis, mas que, idealmente, não mantenham outros cargos de autoridade, pois a neutralidade de cada um precisa ser garantida. A Fundação Wikimedia verificará a elegibilidade dos candidatos e selecionará o principal e um substituto, que servirá apenas se o principal estiver indisponível ou estiver envolvido em um possível conflito. A obrigação do mediador é servir como um canal de informações entre as comunidades e a Fundação Wikimedia, e entre a Fundação Wikimedia e as comunidades. A sua principal função é apoiar o desenvolvimento de soluções adequadas, harmonizando as interações entre a Fundação Wikimedia e as partes interessadas.

O acréscimo da posição é feito para eliminar a frustração e os atrasos de comunicação que tendem a escalar decisões políticas e processos de implementação. Esta é, basicamente, uma função da comunidade não centrada no conteúdo, mas na comunicação, para aprimorar a saúde e a diversidade da comunidade.

Diversificação de alocação de recursos para garantir a diversidade em colaborações internacionais

Propomos mudar a estrutura de alocação de recursos para garantir a diversidade e facilitar o processo a nível burocrático.

Os recursos oferecidos aos projetos de diversidade devem ser revisados periodicamente e há a necessidade de implementar uma estrutura para supervisionar o processo. Os recursos podem se referir a diversas coisas: equipamentos, tempo de equipe, mercadorias, doações em espécie etc. Mas nesta recomendação, referem-se a recursos monetários. Esta recomendação é sobre como os recursos são alocados entre fronteiras nacionais e não sobre a quantidade de recursos sendo alocada.

Com muitas e novas partes interessadas do movimento ao redor do mundo, o movimento Wikimedia precisa descentralizar as estruturas administrativas para a alocação de recursos. Isso poderia ajudar o crescimento das comunidades locais, pois podemos assumir que os canais de comunicação serão mais fluidos e os processos poderão ser mais fáceis de automatizar.

Modificação dos Termos de Uso - Política de licenciamento

Recomendação - em conjunto com o Community Health WG

Os Termos de Uso (Terms of Use, ToU) e as exigências de licenciamento estipulados neste documento devem ser modificados para melhor abordar a saúde da comunidade, promover os objetivos de diversidade encapsulados em nos tornarmos a “infraestrutura essencial do ecossistema de conhecimento livre” e abordar as tendências sistêmicas nas políticas da fundação e projetos relacionados.

Apesar da pesquisa de diversos estudos internos e externos, e de relatórios de feedback da comunidade ao longo de décadas (Relatório de equidade de gênero de 2018, Schellekensa, Holstegeb e Yasseri 2019, Ford e Wajcman 2017, Adams, Brückner e Naslund 2019) a mudança da política, de modo geral, é raramente implementada nos projetos Wikimedia. Vários estudos determinaram que as políticas ainda existentes do movimento não apenas refletem as tendências sistêmicas, mas aumentam ainda mais os preconceitos contra as comunidades marginalizadas, na verdade, recolonizando e oprimindo o conhecimento diversificado. (ibid)

Primeiro, a natureza dos projetos de voluntariado da Wikimedia permite que voluntários treinados e não treinados (ou não qualificados) “assumam a função fundamental de criar e aplicar políticas para as edições específicas do projeto”. Em segundo lugar, a Fundação Wikimedia especificou uma função limitada, “hospedagem de conteúdo e política de monitoramento”. Ambos criaram um ambiente para projetos Wikimedia no qual a maioria dos editores que se reúne em uma página (não necessariamente a maioria dos editores) controla a definição e a implementação da política. Mesmo se essa implementação for prejudicial para grupos minoritários e para uma inclusão mais ampla do conhecimento.

Os ToU existentes afirmam que, de modo geral, a Fundação Wikimedia não contribui, monitora ou exclui conteúdo. A exceção seria no caso de violações das políticas nos Termos de Uso ou para conformidade jurídica relacionada a notificações DMCA. No momento, os Termos de Uso não abordam quando as políticas deixam de promover “a visão da Wikimedia de um mundo no qual todos os seres humanos podem compartilhar livremente na soma de todos os conhecimentos”. Isso significa que o controle editorial está nas mãos dos editores que criam e gerenciam conteúdo. A principal função da Fundação Wikimedia sempre foi hospedar este conteúdo. No entanto, uma função secundária, que não é abordada na versão atual dos ToU, é trabalhar em colaboração próxima com as partes interessadas para identificar deficiências nos processos atuais e mecanismos de aplicação para auxiliar no desenvolvimento de soluções adequadas. A política dos ToU precisa ser modificada, considerando que a “Fundação entende a sua responsabilidade como sendo a saúde de longo prazo de todos os projetos Wikimedia”, conforme discutido anteriormente pela equipe de Confiança e segurança.

Propomos modificar os ToU, tanto como forma de dar proeminência a essa mensagem a todas as partes interessadas quanto como uma política geral orientada pela estratégia de movimento. As instruções específicas das políticas contidas nos termos são principalmente sobre aspectos a serem regulamentados, como conflitos entre usuários, tendências sistêmicas e conteúdo.

Criação do Wikioral, um projeto com gravações de voz

Um projeto Wikimedia que visa a coletar gravações de voz de voluntários para apoiar o conteúdo de outros projetos (seções e artigos inteiros), idiomas sujeitos a diferentes graus de uso oral e, também, usuários deficientes visuais.

O resultado desta recomendação é um novo projeto Wikimedia para cada idioma contendo gravações de voz para o conteúdo na Wikipédia e no Wikidata (extensível para o Wiktionary), bem como novo conteúdo original. Isso complementaria o restante dos projetos (para os idiomas que têm uma página Wikipédia) e seria o único local de conhecimento para idiomas orais. Material original não vinculado a conteúdo existente, como entrevistas, também poderia ser carregado.

A maneira como imaginamos um artigo no Wikioral está relacionada a um item Wikidata e contém um acervo de registros de gravações que podem ser carregados. De maneira semelhante ao Wikidata, podemos entender cada edição como um trio de “Nome do artigo - audiodescrição do título/descrição do conteúdo - Gravação de voz”. Os parâmetros adicionais para cada registro também seriam coletados (data de registro, dialeto etc.).

Configuração de um boletim informativo de diversidade

Criar um boletim informativo mensal com o qual seja possível divulgar qualquer notícia em relação aos projetos de diversidade, ferramentas, estudos e experiências da comunidade: qualquer tipo de diversidade em termos de tópico (gênero, cultura, região geográfica etc.) e escopo (conteúdo, comunidade, governança).

O conteúdo do boletim informativo seria dividido nos seguintes tópicos:

  • Histórias (grupos de usuários, comunidades, Wikimedia e mundo)
  • Pesquisa e análise de pesquisas
  • Novas ferramentas e atualizações de estatísticas
  • Recomendações e sugestões de metas
  • Parcerias (quebrando barreiras)
  • Relatórios de eventos relacionados à diversidade

Como exemplo de conteúdo que poderia ser incluído no boletim informativo, encontramos esta mensagem:

“Para aqueles que estiverem interessados em idiomas indígenas e “pequenas” Wikipedias, aqui está um novo trabalho acadêmico co-assinado por @kallmane. Mais informações sobre o projeto Atikamekw Wikipetcia e a participação da Wikimedia Canada".

Desenvolver políticas diferentes para a notabilidade e fontes confiáveis

As nossas políticas sobre a que notabilidade se refere e o que deve ser considerado como recursos confiáveis são escritas com populações/comunidades/idioma de culturas predominantes em mente, porque estão relacionadas à cultura escrita. Frequentemente, o conteúdo sobre culturas subrepresentadas é considerado não notável devido 1) à falta de referências de cultura dominante confiáveis ou 2) ao fato de as fontes serem consideradas não relevantes ou neutras. Em certo sentido, isso é ilógico, pois cada grupo cultural identifica as próprias tradições e padrões. Os membros de cada cultura têm fontes de materiais de referência adequados, representativos de sua identidade cultural, e esses devem ser os nossos guias, em vez de uma visão de identificação de fonte centrada no Ocidente/europeu.

É necessário haver mais educação acadêmica tanto dentro das comunidades quanto das partes interessadas e uma política mais clara em relação à pluralidade de linguagem e cultura. Em conjunto com parceiros que podem desenvolver e mapear lacunas de conteúdo, as parcerias devem ser feitas com grupos e organizações que podem identificar os tipos de referências mais confiáveis para abordar o preenchimento dessas lacunas.

As políticas precisam ter um foco global e um reconhecimento de que os padrões de documentação variam de lugar para lugar. Redefinir fontes confiáveis de forma a garantir que os tópicos, considerando o contexto do sujeito, qual material está disponível, quando ocorreu e onde aconteceu, reconheçam a realidade de que as fontes de referência podem variar. Por exemplo, se alguém fizer parte de uma minoria étnica e viveu no século XVIII, a fonte que se concentra na cultura predominante provavelmente não conterá material sobre esse grupo minoritário. Em vez disso, as fontes de informação seriam materiais mais confiáveis que se concentram nesse grupo, talvez jornais étnicos, periódicos, artefatos, arquivos, narrativas etc.

Uso de linguagem inclusiva em regulamentos, políticas e comunicação de partes interessadas

Usar uma linguagem inclusiva em todas as nossas leis, diretrizes, políticas e trabalhos de comunicação por escrito. O movimento Wikimedia é global, construído com base na visão de alcançar todos os seres humanos e caminhar em direção a uma meta estratégica de equidade de conhecimento para todos. As partes interessadas do movimento Wikimedia devem usar uma linguagem que se comprometa com a diversidade e a inclusão de todas as vozes.

Um compromisso com a diversidade também precisa se manifestar nas estruturas de governança das organizações do nosso movimento e na linguagem que usamos. Tanto as comunicações wiki como as comunicações não wiki (políticas e diretrizes, anúncios, esplanadas, em mídias sociais, postagens de blog, imprensa) devem ser feitas em um estilo que evite estereótipos e tendências. Embora os afiliados do movimento tenham influência muito limitada sobre as regras e estruturas dos projetos Wikimedia, uma das coisas que podemos controlar é a configuração das nossas organizações e devemos, nesse quesito, visar a liderar pelo exemplo.

Os estatutos de afiliados da Wikimedia devem ser desenvolvidos de forma tão inclusiva e antidiscriminatória quanto possível (no contexto jurídico local). Isso pode ser assegurado por modelos de consultoria adequados em estágios iniciais do desenvolvimento de afiliados. Isso também é importante em termos de políticas de espaço amigável. É essencial garantir que os estatutos e as políticas de espaço amigável não se contradigam, para que sejam eficazes.

As diretorias de afiliados da Wikimedia e a equipe paga devem, por padrão, também se tornar inclusivas e diversificadas (gênero, etnia, capacidade etc.) assim que possível em seu processo de desenvolvimento organizacional. Isso pode ser incentivado de acordo com os estatutos mencionados acima.