Talk:Programa Catalisador do Brasil/2013-2014/Micro-subsídios

From Meta, a Wikimedia project coordination wiki
Jump to navigation Jump to search

Dúvida sobre um termo[edit]

"Produção de material". Pode definir material? - Raylton P. Sousa (talk) 22:03, 31 October 2013 (UTC)

Banners, folders, panfletos, tutoriais impressos, impressão de projetos para parcerias, etc. --Oona (WMF) (talk) 03:35, 1 November 2013 (UTC)
Okay! Entendi! - Raylton P. Sousa (talk) 15:54, 1 November 2013 (UTC)

Urgência[edit]

Qual a urgência dessa medida? Parece-me ser relativamente fácil (pelo que observo) obter pequenos grants pelo processo convencional. Os de maior valor que tendem a ser mais complicados. Seria uma tentativa de facilitar do ponto de vista do idioma? Ou de talvez permitir alguns grants nem tão micro assim que podem ser rejeitados pelo processo convencional? -Raylton P. Sousa (talk) 22:09, 31 October 2013 (UTC)

Oi Raylton, Seria uma tentativa de facilitar transferência de valores muito pequenos que, ao serem transferidos do modo convencional, terminam por praticamente não valer a pena (ex. uma passagem para o interior do estado por R$ 50,00, dos quais R$ 20 ou R$ 30 são descontados pelo banco); além disso, também geraria a facilidade na questão da língua. Por outro lado, esse deve ser um processo que auxilie a comunidade a tornar-se mais familiarizada com o processo de grants global - e não menos. Portanto, seria interessante manter algumas semelhanças. O que seriam grants não tão micros? O recurso previsto inicialmente não é tão grande pra superar grants dados diretamente (por exemplo, o evento de Ciência Aberta da OKFN apoiado pela WMF era de aproximadamente R$ 10.000 (dez mil reais) - então não acho que a proposta aqui viabilizará projetos que seriam recusados no processo convencional, porque me parece que os grants aprovados ali não são tão micro também. Sobre a urgência - não sei se é uma questão de urgência, mas de algo que já ouvimos várias vezes que poderia facilitar a realização de atividades. --Oona (WMF) (talk) 03:34, 1 November 2013 (UTC)
Entendi! - Raylton P. Sousa (talk) 15:55, 1 November 2013 (UTC)

Justificativa[edit]

Queria saber qual a justificativa levou a colocar "desenvolvimento de soluções técnicas, softwares etc". em "o que não pode ser financiado". (nada contra ou a favor por enquanto, só quero entender) -Raylton P. Sousa (talk) 17:56, 28 November 2013 (UTC)

Oi Raylton, isso é algo sobre o que tenho muita dúvida. Se reparar, até coloquei um ? ali pra mostrar isso. A questão gira em torno do que é geralmente feito no caráter voluntário (ex. Edição) e o que seria estimulado e viabilizado com microgrant sem "ofender" outros que façam isso voluntariamente. Sem dúvida, organizar uma série de hackathons e por meio deles desenvolver varias coisas estaria dentro do escopo. Mas desenvolver algo sozinho em casa estaria dentro do escopo? Não sei. É uma pergunta que gostaria que voluntários mesmo me ajudassem a responder. Oona
Acho que a questão dos hackathon tem que fechar que financia sim! Isso é baita importante!
Sobre pagar por contribuições com software ou contribuições em geral. Sabemos que é um problema se for feito da maneira errada.
Já deve ter visto como funciona software livre né? Em boa parte dos casos, pessoas que são ótimas voluntárias, mas que por algum motivo não podem se dedicar integralmente ao trabalho são contratadas exatamente para superar o lance da limitação de tempo.
O IEG funciona de forma similar e o programa de tutoria do mediawiki também, só que por um curto período (um é mais para conteúdo e tarefas offline e o outro para software). Ambos pagam pessoas para se dedicarem integralmente. Acho que tem espaço pra remuneração de projetos em vários segmentos (software, conteúdo etc), mas isso exige sim um planejamento para integrar voluntários não remunerados no processo, porque do contrario pode fazer com que os voluntários não remunerados se sintam, com perdão da má palavra, "otários" por não ganharem nada. E não é isso que queremos! - Raylton P. Sousa (talk) 14:37, 29 November 2013 (UTC)
Exatamente! Esse é o dilema colocado. Não entendi bem se sugeriu um jeito de fazer isso e como seria precisamente. --Oona (WMF) (talk) 00:50, 2 December 2013 (UTC)

Eu acho que...[edit]

Essa proposta me parece muito boa para a comunidade, cria uma cultura de maior confiança e isso sozinho é super bom.

Me parece também que estamos limitando o escopo de açāo desses microgrants ao listar o que pode e o que nāo pode. Eu acho que poode-se dizer a funçao macro do negócio e esperar os pedidos, entao, a partir de uma experiência maior adicionar ou tirar coisas. Dependendo dos pedidos eles podem ser redirecionados para o serviço de grants da wmf ou resolvidos dentro desse contexto. Jonas.

Jonas, podemos até deixar mais aberto. Meu receio é surgirem propostas que, no geral, não estão de acordo com o espírito (no último IRG uma pessoa pediu para ter a internet paga, para que pudesse editar artigos - ainda que entenda o problema, é uma exceção difícil de se abrir) e então parecer pessoal ou não criterioso se um tem o subisídio aceito e outro não. --Oona (WMF) (talk) 00:52, 2 December 2013 (UTC)

Período para solocitação de microgrants[edit]

Não sei se entendi errado, mas vejo na proposta que se estabeleceram três períodos (dezembro, fevereiro, abril) para a submissão de projetos a serem financiados. No entanto, acredito que os microgrants, em sua própria definição, poderiam funcionar como um modelo simples e rápido de obtenção de fundos. Digo isso porque, eventualmente, somos convidados para participar de alguma coisa, quando gostaríamos de pedir um financiamento para o transporte ou confecção de material, por exemplo, mas não há tempo hábil para aguardar até a próxima data. Dessa forma, sugiro que os pedidos de grants sejam avaliados durante todo o período de vigência do programa, estabelecendo-se, contudo, que o solicitante apresente o projeto com uma antecedência mínima de uma semana ou algo semelhante. Abs, Vinicius Siqueira (talk) 15:45, 30 November 2013 (UTC)

Boa sugestão. Mas deve-se colocar um limite dessa exorbitante quantia (os R$ 27k) para um determinado intervalo de tempo.
Uma outra sugestão é que se os micro-subsídios geridos pelo catalisador funcionarem (a comunidade, de fato, usar), a quantidade total destinada a eles deveria aumentar numa próxima fase. --Tom (talk) 05:48, 1 December 2013 (UTC)
Aliás, a proposta do Vini resolveria o problema do sistema de micro-subsídios (por que o termo em inglês?) estar atrasado, levando em conta que hoje já é dezembro. ;) --Tom (talk) 05:49, 1 December 2013 (UTC)
Micro-subsídio? Micro-financiamento? Micro-subvenção? Micro-concessão? Micro-bolsa? Micro... Nenhum fica bem, definitivamente. Hehe! Vinicius Siqueira (talk) 00:28, 2 December 2013 (UTC)
Gosto de micro-subsídios! Sobre o período, entendo a questão e concordo com a sugestão de tempo mínimo. A questão de colocar três períodos foi pensada com o receio de que, em não havendo esses períodos, ninguém lembrasse dele aqui. Ao menos seria importante manter alguns períodos de divulgação, creio. Tom, a ideia foi exatamente pedir uma quantia menor, vermos como funciona e, funcionando bem, aumentar. Mas é isso que você falou: precisamos usar e colher bons frutos do uso. --Oona (WMF) (talk) 00:48, 2 December 2013 (UTC)

Implantação[edit]

Como acontecerá a implantação desse projeto? Porque vendo a discussão do projeto, é como se não estivesse plenamente funcional. Então por implantação eu quero dizer:

  • Disponibilizar uma página para que as requisições sejam feitas, acho que via wiki pode funcionar bem.
  • Espaço para histórico dos pedidos passados e pendentes.
  • Montar uma página de perguntas frequentes.

Durante os dias 29/1 e 1/2 de 2014 alguns voluntários vão se reunir para atividades em São Paulo, a implantação poderia ocorrer nesse período com a ajuda deles. Eu vou estar lá e posso ajudar.

--Jonas AGX (talk) 02:57, 29 January 2014 (UTC)