Wikimedia Blogue/Rascunhos/Introdução ao Conselho de Administradores da Fundação Wikimedia

From Meta, a Wikimedia project coordination wiki
Jump to navigation Jump to search

Correct.svg Esta página é atualmente um esboço. Pode existir mais informações na página de discussão.

Administradores de tradução: Normalmente, os esboços não devem ser marcados para tradução.

Other languages:
English • ‎Türkçe • ‎dansk • ‎español • ‎français • ‎português • ‎português do Brasil • ‎مصرى • ‎中文 • ‎日本語

Title

Introdução ao Conselho de Administradores da Fundação Wikimedia

Painel do Conselho de Administradores na Wikimania 2013 (da esquerda para a direita, a presidente cessante Kat Walsh, Patricio Lorente, Bishakha Datta, Jan-Bart de Vreede, Jimmy Wales, Phoebe Ayers, María Sefidari, Samuel Klein, Alice Wiegand. Não estão presentes na foto Stu West e Ana Toni.)

Body

Este é o primeiro post de uma série, onde os membros do Conselho de Adminstradores da Fundação Wikimedia abordarão ideias e opiniões e escreverão o que pensam sobre os assuntos do movimento Wikimedia. Dado que este é o post inicial desta série, gostaria de informar o funcionamento e as atividades do Conselho e como está relacionado com a liderança do movimento Wikimedia.

O que é o Conselho?

Antes de ser eleita para o Conselho, eu era uma Wikipedista de longa data e membro da comunidade Wikimedia. Enquanto membro desta comunidade, sempre achei que o Conselho de Administração da WMF (Fundação Wikimedia) fosse algo um pouco misterioso: o que faziam e porquê? Como funcionava o Conselho de Administradores? As suas decisões afetariam o meu trabalho como editora? O Conselho de Administradores é a autoridade suprema de administração da Fundação Wikimedia, mas que significado tem isso na prática? Este post tentará responder a algumas dessas perguntas.

Valerá a pena começar pelo início, sobre o que é o Conselho e a sua composição. O Conselho de Administradores da Fundação Wikimedia é composto por dez membros; cinco lugares são eleitos pelos membros da comunidade ou selecionados pelos capítulos da Wikimedia, quatro lugares são designados pelos membros do Conselho existente e um lugar está reservado ao fundador da Wikimedia, Jimmy Wales. Esta é uma disposição complexa, mas que traz benefícios. Ter a maioria dos lugares eleita ou selecionada pela comunidade aumenta a responsabilidade da comunidade editorial e assegura que vários administradores tenham conhecimento direto e em primeira mão dos projetos. Ao reservar lugares para membros nomeados também significa que o Conselho pode recrutar especialistas necessários à área da governação, financeira e outras. Este processo complexo de seleção também assegura a diversificação do Conselho. O atual Conselho é proveniente de oito países (não há mais do que dois elementos do mesmo fuso horário). Metade de nós possui o Inglês como língua nativa. Homens e mulheres estão uniformemente representados, pertencentes a diferentes faixas etárias, experiência de governação e do movimento Wikimedia. Todos os administradores são voluntários; na nossa atividade diária, trabalhamos e lideramos projetos de ensino aberto, bibliotecas, universidades, empresas start-ups tecnológicas, organizações sem fins lucrativos e em gestão municipal. É de salientar que esta diversidade é pouco habitual para uma organização sem fins lucrativos de grande envergadura; geralmente, o conselho das grandes instituições de caridade são maioritariamente compostos pelos grandes dadores, que pretendem ver o seu dinheiro bem gasto. Em contraste, o nosso conselho é diretamente representativo das pessoas que utilizam e desenvolvem os projetos Wikimedia.

Isto significa que apesar do Conselho não ter um papel de decisão diário para os projetos ou para a Fundação -- não estamos envolvidos com os tipos de políticas e decisões de procedimentos que são feitas todos os dias na Wikipedia e na Fundação -- nós tendemos a nos interessarmos nestas decisões. Membros individuais do Conselho participam e seguem regularmente em decisões da comunidade, mas não é requerido para administradores, nem sempre significa que o todo o Conselho está a considerar um assunto. Uma coisa que é regularmente surpreendente para os membros da comunidade assim como para novos administradores, é o quão limitado o envolvimento do Conselho é nos assuntos da Wikimedia. Enquanto tendências importantes nos projetos - como a negação de editoria ou esforços exteriores com sucesso - influenciam que direção é dada ao Diretor Executivo e que peso têm as prioridades no plano anual, o Conselho não está envolvido no desenvolvimento das soluções. O Conselho também não haje como juíz nas diputas, decisor de editorial para os projetos ou manager activo para a Fundação. Isto significa que o Conselho não toma uma posição formal no demais projeto, Fundação ou assuntos de movimento -- ou mesmo na maior parte dos assuntos que os administradores pensam ser importantes, porque o Conselho apenas se pode pronunciar como um corpo de 10 pessoas.

Qual o papel do Conseho?

Então o que faz o Conselho? O papel principal do Conselho é contratar e avaliar o Diretor Executivo da Fundação Wikimedia, que por sua vez lidera as atividades da Fundação, o que inclui proporcionar uma infraestrutura para os projetos da Wikimedia. Isto significa orientar e dar feedback ao diretor ao longo de todo o ano, e encontrar um novo diretor se necessário -- por exemplo, em 2013 Sue anunciou a sua renúncia ao cargo, portanto estamos ativamente à procura do próximo diretor. O conselho também dá entrada de alto nível no desenvolvimento do plano anual da Fundação, o que inclui o orçamento para as atividades da Fundação e o crescimento ou corte de diferentes partes da organização, e assina o resultado final, e tem também uma responsabilidade formal em grandes decisões financeiras. Assinamos nas formações de novos capítulos e organizações da Wikimedia, e orientamos e opinamos em várias questões como é requerido pelos executivos da WMF ou consoante necessidade. Também temos a responsabilidade de nos assegurarmos que o Conselho está funcional --que novos administradores estão no quadro, que cada administrador é avaliado e continua a aprender e a desenvolver o seu papel, e que trabalhemos bem como um corpo de governo.

Thus, the Board's responsibilities are limited and the work of the Foundation is done by our excellent and capable staff and volunteers. But there is also a good deal of informal work for trustees, ranging from participating in Wikimedia community discussions, keeping up with mailing lists and reports, continuing as a project editor, travelling to community meetings, participating in workshops and events and giving interviews and speaking at outside events about Wikimedia. While trustees vary in what exactly they do, everyone does some of this outside work. And we spend a good deal of time talking to each other. Though our role is governance, the WMF board, like the rest of Wikimedia, is heavily discussion and consensus-oriented. We discuss the issues of the day over email and IRC meetings, and we meet once a quarter in person -- in San Francisco at the WMF offices, at Wikimania each year, and often at a third location as well.

Acerca de liderança

This brings me to the issue of leadership. The Board is engaged in the broader Wikimedia community because, as stewards of the Wikimedia Foundation, we also feel ultimate responsibility for the health of the Wikimedia projects, which are what the Foundation exists to support. Though the Board is the highest legal authority within the Wikimedia Foundation, our formal scope is deliberately narrow, as it should be for good governance and practicality. We don't lead the development of better processes in the projects, or do the daily work of reviewing pages and welcoming new editors. We don't lead the engineering work, and we don't do the research that analyzes large-scale trends across the projects. What we can try to do is surface and reflect the biggest themes and most important threads coming out of all this work, recognize true threats and act appropriately, and try to take actions to ensure the long-term health and vibrancy of our beloved projects. The Board's work may not directly influence the work of editors day-to-day, but we can try to direct Foundation and community attention to these trends and issues by speaking out or simply helping support others doing good work. But to do this well, and successfully, we need help. That includes, I believe, developing leadership everywhere in Wikimedia.

Becoming a leader within Wikimedia and the Wikimedia projects is something that many people, myself included, come to somewhat accidentally. I began as a leader in the Wikimedia movement by helping run some aspects of Wikimania, our annual international conference -- something I ended up doing because I volunteered to help with a specific conference, and then I stuck around! This in turn led to my interest in Wikimedia-wide projects, and the work of the Wikimedia Foundation. Many leaders in Wikimedia who started in the community might have had an interest in governance, or, like me, perhaps in helping some part of Wikimedia's activities get up and running more smoothly, and this in turn led to other work. But, not every area of our projects is set up to encourage contributors becoming leaders.

I believe that one of our core tasks as a movement, and something we need to focus on, is to intentionally develop leadership. That doesn't mean giving people formal titles, or going against our general principle of non-elitism. It does mean recognition when people take on roles of leading processes or projects, and recognizing good work and good ideas. At the Foundation, we also think it means supporting individual and group projects financially through the grant process. It means encouraging professional development everywhere -- teaching and learning new skills, from the particulars of non-profit governance to how to do specialized work on the projects. It also means that we must always make our tasks inclusive and make avenues of participation clear. On Wikipedia, and the other Wikimedia projects, there is an "edit" button on every page that serves as an invitation to participate. It is often not so clear in our offline projects and our meta-discussions how to begin. The reason I was able to participate in Wikimania was because a space was made open and an invitation issued, for me and others like me. Similarly, we need to put care into everything we do to make sure newcomers are welcome. The reason is simple: Wikimedia has an incredibly compelling and important vision and mission -- and we need many more people to work to make it a reality.

Phoebe Ayers (user:phoebe) served a term as a chapter-selected trustee from 2010-2012, and was elected as a community-elected trustee from 2013-2015. She served as Board secretary during her first term, and is currently vice-chair of the Board. She has been editing Wikipedia for ten years.

Notes

Hi all: this is meant as the first post in a series of editorials from members of the board. Bishakha is coordinating the series. PLEASE feel free to edit this and make suggestions, even though it's an editorial -- my feelings will not be hurt :) cheers, -- phoebe | talk 19:25, 7 January 2014 (UTC)