Estratégia/Movimento Wikimedia/2018-20/Conversas 2019/Parcerias Comunitárias

From Meta, a Wikimedia project coordination wiki
Jump to navigation Jump to search
This page is a translated version of the page Strategy/Wikimedia movement/2018-20/2019 Community Conversations/Partnerships and the translation is 100% complete.

Other languages:
Deutsch • ‎English • ‎español • ‎français • ‎italiano • ‎português do Brasil • ‎العربية • ‎فارسی • ‎مصرى • ‎हिन्दी • ‎中文

Formato de definição do escopo

Qual é a sua área de consulta?

Por parcerias, nos referimos à colaboração que acontece entre as organizações ou pessoas no movimento Wikimedia e uma entidade externa. Estas parcerias podem ser baseadas em uma visão ou estratégia compartilhada, meta comum ou impacto coletivo. As parcerias acontecem em diferentes níveis do movimento, inclusive parcerias locais, nacionais e globais. Elas também podem assumir a forma de coalizões (parcerias entre vários parceiros).

Estamos confinando o nosso trabalho a parcerias com entidades externas, em oposição a parcerias intra-movimento (p. ex., entre as afiliadas da Wikimedia). Reconhecemos que parcerias externas bem-sucedidas frequentemente exigem a colaboração interna e de dentro do movimento.

Acreditamos que é fundamental para a Wikimedia formar parcerias para avançar com a nossa direção estratégica ("Até 2030, a Wikimedia se converterá na infra-estrutura essencial para o ecossistema do conhecimento livre, e qualquer pessoa que compartilhe a nossa visão poderá unir-se a nós.") até 2030. Isso poderá exigir mudanças estruturais mais amplas, que serão incluídas em nossa consulta. Por meio de parcerias, “atrairemos pessoas de todas as origens” para nos ajudar a “construir comunidades fortes e diversificadas” e “quebrar as barreiras sociais, políticas e técnicas que impedem que as pessoas acessem e contribuam com o conhecimento”. Acreditamos, simplesmente, que não poderemos alcançar essa meta sem a formação de parcerias bem-sucedidas.

O escopo da nossa consulta cobrirá os seguintes elementos:

  • Desenvolver uma estrutura de parcerias que cumprirá a visão da Wikimedia como parceira no movimento “Big Open”.
  • Identificar as principais parcerias necessárias para construir a cultura de serviço e equidade da Wikimedia.
  • Lidar com os desafios de infraestrutura que precisam ser resolvidos para oferecer conhecimento como serviço com sucesso.
  • Identificar, por meio de mais contribuições da comunidade, os atuais impedimentos estruturais para criar e executar uma estrutura de parcerias bem-sucedidas dentro do movimento Wikimedia.
  • Desenvolver uma comunicação que envolva os parceiros e explique as parcerias para os membros do movimento por meio de diferentes plataformas e canais.
  • Fornecer aos membros da comunidade meios para estabelecer e orientar parcerias, e uma cultura de apoio e compartilhamento de conhecimento em todo o movimento.
Talk

Qual é a situação atual?

Atualmente, há espaço para melhorar a capacidade das entidades do movimento da Wikimedia de construir parcerias e colaborar com parceiros externos. Muitas parcerias atuais são isoladas, baseadas em projeto e construídas com reflexão insuficiente sobre o impacto. As parcerias precisam ser mais estratégicas e focadas no impacto.

Convocando parcerias

Atualmente, o movimento Wikimedia não tem uma estrutura estratégica que ajudaria a alinhar os parceiros e construir um movimento “Big Open”. A abordagem atual considera as parcerias principalmente como meios para fins específicos; acreditamos que as parcerias devem ser objetivos em si mesmas ou, pelo menos, um caminho para alcançar as metas do movimento estratégico.

Comunicando a nossa missão, trabalho e impacto. A Wikipédia tornou-se um nome familiar em grande parte do mundo conectado, mas o movimento Wikimedia não faz um trabalho bom o suficiente ao articular a sua visão, trabalho e impacto. Boas histórias são necessárias para que parceiros e aliados potenciais tenham interesse em se juntar a nós. Também precisamos explicar os propósitos das parcerias para os membros do movimento.

Capacidade técnica

Atualmente, o ambiente técnico que apoia as parcerias é complicado para se dizer o mínimo e, em muitos casos, inexistente. As ferramentas cruciais não recebem suporte consistente ou centralizado. As instituições parceiras encontram um nível de serviço frustrante e não profissional ao tentar contribuir com conteúdo e dados, e acham difícil manter e avaliar o impacto dessas contribuições quando acontecem. Os organizadores Wikimedian precisam deixar o seu trabalho principal porque se veem forçados a desenvolver soluções próprias para as lacunas de infraestrutura. Esses desafios são especialmente difíceis para as comunidades emergentes.

Capacidade da comunidade para formação de parcerias

Muitas pessoas que fazem um trabalho incrível em parcerias acham muito difícil tornar o trabalho sustentável, inclusive encontrar financiamento para os seus esforços. As pessoas se esgotam. Há um investimento limitado nas habilidades que as pessoas precisam desenvolver para realizar parcerias. As parcerias enfatizam as grandes instituições do Norte global. Não estamos conectados a suficientes instituições menores ou de países não ocidentais.

Compartilhamento de conhecimento

Não há uma cultura compartilhada e inclusiva de compartilhamento de conhecimento, habilidades e práticas em apoio ao trabalho de parcerias. Pequenos incentivos ocorrem, mas tendem a se esgotar. Ao mesmo tempo, o sucesso de muitas parcerias depende da energia, motivação e competências individuais dos membros do movimento Wikimedia.

Talk

Por que este escopo?

A direção estratégica de 2030 prevê que a Wikimedia se tornará “a infraestrutura essencial do ecossistema de conhecimento livre”, e qualquer “pessoa que compartilhe a nossa visão poderá se juntar a nós”. Isso coloca a parceria e a colaboração com atores externos ao nosso movimento no cerne do nosso futuro, reconhecendo que não podemos construir o conhecimento comum por conta própria.

Esta confirmação exige que façamos uma avaliação completa do cenário atual das parcerias da Wikimedia e que formulemos uma visão ousada para dimensionar e diversificar a forma como nos associamos. Ela exige que examinemos quais tipos de parcerias ocorreram até hoje, em quais condições e entre quais atores. Também exige que perguntemos quem foi excluído da parceria: quais tipos de parceiros, mas também quais comunidades, regiões geográficas e pessoas. Também exige que examinemos as barreiras estruturais e culturais no ambiente da Wikimedia que impediram que as parcerias acontecessem, tanto no nível um para um (p. ex., entre uma afiliada e uma instituição) quanto no nível de redes e coalizões.

Há muito tempo se discute sobre as possibilidades de um movimento “Big Open” mais amplo unindo a Wikimedia com participantes alinhados como o Creative Commons, Mozilla e outras organizações de movimento aberto/acesso ao conhecimento, em busca de uma pauta compartilhada de saúde da internet e acesso ao conhecimento. Acreditamos que a estratégia de 2030 da Wikimedia precise incluir uma visão para transformar essa noção geral do “Big Open” em uma realidade prática. O nosso grupo de trabalho acredita que essa visão “Big Open” não é somente uma oportunidade para a Wikimedia, mas, como parte central da infraestrutura da internet, e aquela que aspira permanecer central nos próximos dez anos e futuramente, uma responsabilidade.

Talk

Perguntas de definição do escopo

Quais são as principais perguntas dentro do escopo do grupo de trabalho?

  1. Como podemos desenvolver a Wikimedia em um conjunto eficaz de parcerias, alianças e ações coletivas impactantes com base em uma visão compartilhada de conhecimento aberto e do movimento “Big Open”?
  2. Como desenvolvemos a infraestrutura técnica, as capacidades e o suporte que precisamos para sermos um parceiro eficaz para compartilharmos a “soma de todos os conhecimentos” e cumprirmos a visão de conhecimento como serviço para os nossos parceiros?
  3. Como podemos capacitar as pessoas e as organizações que trabalham em parcerias para obterem o apoio de que precisam para cumprir o nosso potencial de realizar parcerias diversificadas, sustentáveis, eficazes e impactantes?
  4. Como criamos uma cultura inclusiva e abrangente de compartilhamento de conhecimento, habilidades e práticas sobre colaborações e parcerias para que todos no movimento possam participar e se beneficiar delas?
Talk