Wikimedia Blog/Drafts/See the stunning winning photographs from Wiki Loves Earth 2015/pt-br

From Meta, a Wikimedia project coordination wiki
Jump to navigation Jump to search

Other languages:
Deutsch • ‎English • ‎Esperanto • ‎Lëtzebuergesch • ‎dansk • ‎español • ‎français • ‎italiano • ‎polski • ‎português • ‎português do Brasil • ‎svenska • ‎čeština • ‎български • ‎македонски • ‎русский • ‎українська • ‎ייִדיש • ‎اردو • ‎فارسی • ‎ଓଡ଼ିଆ • ‎ಕನ್ನಡ • ‎中文

Posted Oct 15th 2015, translations are welcomed!

Title

  • Veja as belíssimas fotografias vencedoras do Wiki Loves Earth 2015

Summary

  • ...

Body

Nossa vencedora vêm do Lago Shangrila, um destino turístico popular em Skardu, Paquistão. Foto por Zaeemsiddiq, sob a licença CC BY-SA 3.0

O Wiki Loves Earth, uma competição onde os participantes fotografam áreas naturais protegidas e as enviam ao Wikimedia Commons, foi organizado pela segunda vez em 2015, com 26 países participantes. A competição já acabou, e agora podemos apresentar os vencedores.

O Wiki Loves Earth tem dois objetivos. O primeiro é visar fotografar quantos monumentos naturais e áreas protegidas forem possíveis e licenciar as imagens sob uma licença livre, já o segundo é contribuir à proteção ambiental sensibilizando o público.

A ideia do Wiki Loves Earth começou na Ucrânia, em 2013. Já em 2014, outros 15 países participaram, de quatro continentes — Europa, Ásia, África e as Américas.

Durante 2015, mais de 100 000 imagens foram enviadas pelos participantes.

O Wiki Loves Earth foi organizado através de vários concursos nacionais, coordenados por voluntários locais. Os júris nacionais enviaram então até 10 imagens à etapa internacional do concurso. Com 26 países participantes, o júri internacional teve de considerar um total de 259 imagens candidatas. O júri selecionou e classificou as fotos em várias etapas através de uma ferramenta da web especializada.

O júri internacional foi composto de 9 fotógrafos de países diferentes, todos experientes em fotografia da natureza: Dmytro Balkhovitin (Ucrânia), Matthew Buck (Grã Bretanha), Dietmar Bartz (Alemanha), Walaa Abdel Manaem (Egito), Alex Wang (EUA), Katerina Zareva-Simeonova (Bulgária), Zeynel Cebeci (Turquia), Susanne Plank (Áustria) and Yathin Krishnappa (Índia).

Após uma avaliação cuidadosa, os membros do júri selecionaram as seguintes imagens, incluindo a vencedora acima.

Segundo lugar: uma vista da laurissilva de Madeira, Portugal. Foto por Jnvalves, sob a licença CC BY-SA 3.0
Terceiro lugar: um íbex (Capra ibex) em um parque nacional austríaco no maciço montanhoso dos Alpes Tauern. Foto por Bernd Thaller, sob a licença CC-by-SA 3.0
Quarto lugar: uma aranha-caranguejo-das-flores (Misumena vatia) com uma abelha recentemente morta na reserva natural de Bratental, próxima de Gotinga, Baixa Saxônia, Alemanha. Foto por Suhaknoke, sob a licença CC-by-SA 3.0
Quinto lugar: um abelharuco-europeu (Merops apiaster) no parque nacional de Ichkeul, Tunísia. Foto por Elgollimoh, sob a licença CC-by-SA 3.0
Sexto lugar: Reserva da Biosfera dos Cárpatos, Oblast da Transcarpátia, Ucrânia. Foto por Vian e retocada por Iifar, sob a licença CC-by-SA 4.0
Sétimo lugar: Lago de Wolayer e arredores, Caríntia, Áustria. Foto por GeKo15, sob a licença CC-by-SA 3.0
Oitavo lugar: corvos-marinhos durante o crepúsculo na lagoa de Vaccarès, Camarga, França. Foto por Ddeveze, sob a licença CC-by-SA 3.0
Nono lugar: estalagmites de calcário no abismo Anhumas, Bonito, Mato Grosso do Sul, Brasil. Foto por Caio Vilela, sob a licença CC-by-SA 3.0
Décimo lugar: os Altos Tatras, vistos do Spiš polaco, Área de Conservação Especial de Tatry Natura 2000, Voivodia da Pequena Polônia, Polônia. Foto por Łukasz Śmigasiewicz, sob a licença CC-by-SA 3.0
Décimo primeiro lugar: um flamingo-rosado (Phoenicopterus roseus) em Tina, província de Sfax, Tunísia. Foto por Elgollimoh, sob a licença CC-by-SA 3.0
Décimo segundo lugar: Cataratas de Khlong Lan, Parque Nacional de Khlong Lan, província de Kamphaeng Phet, Tailândia. Foto por Khunkay, sob a licença CC-by-SA 3.0
Décimo terceiro lugar: o rio Malakatyn na ilha de Bolshoy Lyakhovsky, parte da Reserva Natural do Delta do Rio Lena, República da Iacútia, Rússia. Foto por Boris Solovyev, sob a licença CC-by-SA 3.0
Décimo quarto lugar: manhã no pântano de Tolkuse, Área de Conservação Natural de Luitemaa, Pärnumaa, Estônia. Foto por Märt Kose, sob a licença CC-by-SA 3.0
Décimo quinto lugar: rastros após esqui no monte Baba, Parque Nacional de Pelister, Bitola, Macedônia. Foto por Ptahhotep, sob a licença CC-by-SA 4.0
Especial: abelha-europeia (Apis mellifera) ao nascer em Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil. Esta imagem obteve uma alta classificação do júri, porém não se qualificou por não estar em uma área protegida. Foto por Jonathan Wilkins, sob a licença CC-by-SA 3.0

O relatório completo do júri internacional, explicando o trabalho do júri e o processo de seleção e apresentando os resultados com comentários feitos pelos juízes, está disponível.

Parabéns aos vencedores e obrigado a todos que ajudaram na organização da competição!

Vira Motorko (WMUA)
A equipe do Wiki Loves Earth Internacional 2015

Notes

Ideas for social media messages promoting the published post:

Twitter (@wikimedia/@wikipedia):

(Tweet text goes here - max 117 characters)
---------|---------|---------|---------|---------|---------|---------|---------|---------|---------|---------|------/

Facebook/Google+

  • ...